Avançar para o conteúdo principal

00 Seeds

00 Seeds
Medical Strains

Crack: A última desgraça que já atinge 2,5 milhões de brasileiros

Notícia publicada no DN, é um excelente meio para exemplificar o valor do cultivo caseiro, e o valor que todo o grower tem.
Eu fumo uma grama de erva plantada por mim ou por alguém de extrema confiança, se eu fosse comprar uma grama todos os dias nas ruas eram 10 euros, se 1000 pessoas (número muito baixo como exemplo) comprarem nas ruas uma grama de erva por dia, faça as contas, e o melhor agora, onde vai parar esse dinheiro?
Indo direto ao ponto, esse dinheiro vai ter a mão do "Chefe", esse "Chefe" comercializa todas as drogas (de qualidáde muito má) incluindo Crack e com esse dinheiro incluindo o do erva, arma-se com armamento melhor que o das autoridades, faz luxos que nem imagina, e paga a altos escalões para que tenha livre transito.
O meu dinheiro mais o de todos os growers como eu, a menos no bolso deles, é um importante golpe, enfraquece e não patrocina o crime, no entanto se eu (ou outro grower) for apanhado, vamos presos, presos por ajudar a populção, presos por não compactuar com o crime organizado, preso por um conjunto de interesses, preso por pagar impostos e ajudar o País, agora pensem.

"Crack: A última desgraça que já atinge 2,5 milhões de brasileiros




País é o maior mercado mundial desta droga, um derivado da cocaína. Três gerações sofrem com o vício
"Não sinto nem sono nem fome, às vezes nem os pés enquanto caminho, quero mais, sem parar, dia após dia, noite após noite", conta ao DN Franklin, de 37 anos, viciado em crack, a mistura de cocaína com bicarbonato de sódio, há quase 20. Por causa do vício que consome 2,5 milhões de brasileiros - na viragem do século eram 200 mil -, foi o único de quatro irmãos que não frequentou a universidade, mesmo tendo estudado em bons colégios de classe média em São Paulo. "Fui arrumador de carros, pedreiro e agora ajudante de pintor", conta.
"Passo mais noites ao relento do que no conforto da casa da minha mãe", diz. A mãe, Dina, ajustou-se à vida de roubos, mentiras, desaparecimentos. Queixa-se por isso de coisas corriqueiras: "Acabei de deitar uma pilha de roupas dele fora porque nem com mil detergentes aquilo cheira bem."
Franklin passou pela Cracolândia, "o inferno na terra", como o define. Imagens de crackeiros a vaguear pelas ruas, como uma horda assustadora de mortos-vivos, tornaram-se comuns na região. Na Cracolândia do Rio de Janeiro, apesar do nome, o crack, de tão nocivo, já quase não é comercializado. "Porque desagrega a comunidade", explica um traficante."

Fonte

Até mais.

Comentários

Vaponic

Mensagens populares deste blogue

Guia Cultivo Automáticas

Vamos falar um pouco sobre automáticas.
Auto-Flower, como o nome indica, a floração acontece automaticamente, sem necessitar de reduzir o número de horas de luz.
Quando elas apreceram pela primeira vez, ninguém as achava boas, e na verdade não eram grande coisa, mas tinham algo rico nos seus genes, porém eram muito baixas e pouco produtivas.
Os seus genes não davam para esquecer o assunto, e então, começou uma nova revolução verde, começaram os trabalhos de hibridação, testes, cruzes infinítos etc.
A medida que o tempo passou, e as automáticas foram parar ás mãos de cultivadores que sabem o que fazem, começou a segunda parte da revolução automática, com bons resultádos, e com um pouco de bom marketing as automáticas passaram de plantas sem interesse, a top de vendas.


Como não necessitam de redução do horário de luz, são mais resistentes a temperaturas frias, e estam prontas num tempo record, tornaram-se as plantas perfeitas para os cultivadores inexperientes.
Fáceis de alimentar, na …

Obama fala sobre a Canábis

Numa Entrevistao Ex presidente Americano Obama falou sobre a Canábis, dizendo que acima de tudo apoia a ideia de desencorajar qualquer abuso de substâncias.

Porém ele diz ainda que pensa que este tema é um problema de saúde pública, e que se devia tratar como o tabaco ou o álcool, regulando para se ter um melhor controlo da situação.

O Ex presidente fala ainda sobre o trabalho da DEA dizendo que são eles que fazem as leis sobre drogas e que nem sempre vão estar na vanguarda das questões.

Agora que mais estados têm vindo a aclarar melhor este tema, legalizando inclusive o tema do consumo recreativo, justifica-se que se converse mais que nunca sobre o tema, o que falhou, o que deve ser feito, e vozes como a do Ex presidente são essenciais para se perceber qual é o caminho.

Auto Bubble Gum

Auto Bubble Gum


Esta automática é um verdadeiro híbrido estável, e uma das variedades mais vendidas do banco pelas suas peculiares qualidades.

A genética é Bubble Gum em versão auto, na maioria das vezes é maioritariamente indica, e fomos aos fóruns comprovar que os cultivadores ficam muito satisfeitos com a produção final que é bastante alta para uma automática.

O cheiro e sabor a morangos e também a frutas (frutado) do bosque são outra das qualidades muito apreciadas, deixando os consumidores rendidos a esta variedade.

O efeito é misto, potente cerebral inicialmente e corporal depois de algum tempo, com uma potência exagerada para uma automática.

Com um THC de 12% ela finaliza muito precocemente, dependendo das condições pode terminar em pouco mais de 60 dias, evitando custos das variedades automáticas mais longas.

Foto: 00 Seeds